PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Biólogos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Biólogos. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Expedição de biólogos filma tartaruga fluorescente na Nova Zelândia


Uma expedição de biólogos na Nova Zelândia capturou pela primeira vez imagens de uma tartaruga fluorescente. A descoberta, registrada em vídeo publicado ontem pela revista "National Geographic" no Youtube, foi feita pela equipe de David Gruber, da City University de Nova York. O biólogo havia viajado ao local para registrar biofluorescência em outras criaturas, como tubarões e corais, e encontrou por acaso uma tartaruga-de-pente exibindo essa característica. A fluorescência é a capacidade de absorver luz azul e reemiti-la em outras cores. O animal filmado pelo pesquisador é o primeiro réptil biofluorescente conhecido.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Biólogos se surpreendem ao capturar peixe com cobra na boca nos EUA

 
Biólogos se surpreenderam ao capturar um peixe no estado da Flórida, nos EUA, e descobrirem que ele recém havia devorado uma cobra d'água. Segundo a Comissão de Conservação de Peixes e Vida Silvestre da Flórida (FWC), o achigã (Micropterus salmoides) tem uma dieta extremamente diversificada, alimentando-se de outros peixes, crustáceos, insetos, répteis, anfíbios e até mesmo pássaros. Os pesquisadores da FWC estavam realizando um estudo sobre as populações de peixes para ajudar na regulamentação da pesca, quando capturaram o achigã com a cobra em sua boca.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Biólogos pesam tartaruga de 166 kg em parque nacional da Austrália



 
A tartaruga Hugo, de 63 anos, saiu nesta terça-feira (1º) do seu habitat no Parque Australian Reptile em Somersby perto de Sydney, na Austrália, para fazer a pesagem anual. Hugo precisou ser carregado por quatro homens e foi usada uma balança industrial para medir o seu peso. O animal está com 166 kg, um a mais do que pesava no ano passado. Hugo é proveniente do arquipélago de Galápagos. A expectativa de vida de uma tartaruga de lá é de até 180 anos.

sábado, 22 de junho de 2013

Biólogos avistam no Canadá a primeira baleia negra em 60 anos


Uma baleia negra do Pacífico Norte, um dos animais mais ameaçados de extinção do mundo, foi avistada nos últimos dias pela primeira vez em mais de 60 anos na costa ocidental do Canadá, anunciou nesta quinta-feira (20) o ministério de Pesca e Oceanos. Um navio da guarda-costeira canadense que cruzava as Ilhas da Rainha Carlota, na fronteira com o estado americano do Alasca, pôde observar o animal em várias ocasiões. "Quando percebemos o que estávamos vendo, não podíamos acredita"', declarou em um comunicado James Pilkington, biólogo do ministério a bordo do navio. A baleia negra foi vista em águas canadenses apenas seis vezes durante o século 20, a última há 60 anos. A espécie é considerada uma das mais ameaçadas do planeta. Esta baleia de pele negra e mandíbula curva pode medir até 17 metros e pesar 90 toneladas. Durante o século 19, foi capturada intensivamente, até que nos anos 1960 sua pesca foi declarada ilegal. Calcula-se que restem entre 300 e 400 espécimes no Canadá, Alasca e Mar de Behring.