PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador cobra. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cobra. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 5 de abril de 2016

Americano flagra cobra enorme devorando bagre em lago


O norte-americano Jason Dickerson flagrou uma cobra enorme devorando um bagre enquanto andava de caiaque em um lago na região de Raleigh, no estado da Carolina do Norte (EUA). Dickerson publicou um vídeo no YouTube, alcançando mais de 1 milhão de visualizações desde sua publicação, em 12 de outubro do ano passado.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Golfista flagra duelo mortal entre jacaré e cobra enorme nos EUA



O golfista Pat Aydelott flagrou um combate mortal entre um aligátor (jacaré americano) e uma píton em um campo de golfe no estado da Flórida (EUA). Aydelott fez a imagem no Classics Country Club, em Naples. Na imagem, o jacaré parece levar a melhor no duelo e está com a cobra entre suas mandíbulas. Duelos entre jacarés e pítons, por sinal, são comuns na Flórida, mas o resultado muitas vezes é imprevisível. Em 2005, por exemplo, uma píton de quatro metros de comprimento tentou engolir um aligátor de cerca de 2 metros no Parque Nacional de Everglades, na Flórida (EUA), e a batalha acabou na morte dos dois animais.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Mergulhador registra batalha de cobra e peixe venenoso na Austrália



Um praticante de pesca submarina australiano capturou uma bizarra batalha entre um dos peixes mais venenosos do mundo e uma cobra mortal. O caso aconteceu na última quinta-feira no litoral de Darwin, no norte da Austrália. Rick Trippe avistou uma cobra do mar enrolada no que seria um peixe-pedra. As fotos da batalha rapidamente viralizaram na internet. Em entrevista à BBC, Trippe disse que estava mergulhando perto dos destroços de um navio da 2ª Guerra Mundial no porto de Darwin quando registrou a cena incomum. Trippe disse que aproveitou sua experiência de remover cobras de galinheiros para retirar as estranhas criaturas da água, agarrando a cobra marinha pela boca. "Posso ser bobo, mas não sou louco. Sabia que aquilo era perigoso. Mas também sabia que se eu agarrasse aqueles animais, não seria mordido", disse Trippe. "Podia ouvir o peixe reclamando; então devolvi os dois para a água, mas a cobra voltou a se engalfinhar com o peixe", disse ele. Não se sabe o que aconteceu com os animais depois disso. O veneno expelido pelos 13 espinhos das escamas do peixe-pedra pode matar um ser humano em duas horas se o socorro não foi imediato. Trippe disse já ter se deparado com cenas estranhas na costa de Darwin. Há duas semanas, ele fez parte de uma equipe que ajudou a resgatar um cavalo encontrado à deriva.